reduzir absenteísmo

6 dicas para reduzir o absenteísmo e melhorar o desempenho da equipe

Se reduzir absenteísmo ainda não é uma meta do seu RH, deveria passar a ser, já que esse comportamento traz uma série de prejuízos ao ambiente corporativo e aos resultados da organização. Investir em estratégias para melhorar esse índice é fundamental para manter a saúde financeira e produtiva da empresa.

Neste artigo, vamos explicar como o absenteísmo se apresenta no dia a dia da organização, quais são suas consequências e quais são as principais formas de reduzi-lo. Continue a leitura e confira.

O que é o absenteísmo e quais são suas principais causas?

Chamamos de absenteísmo a ausência de um colaborador de sua função na empresa. Essa ausência pode se apresentar de várias formas, como faltas, atrasos, saídas antecipadas, horas de almoço ou lanche excessivamente prolongadas e afastamentos por doenças. Como o absenteísmo — independentemente de sua causa — interfere nos resultados da equipe, ele passou a ser contabilizado como um dos principais indicadores de RH.

Altas taxas de ausência apontam para algum problema no ambiente organizacional. Os colaboradores podem estar desmotivados por algum motivo, como uma liderança incompatível, metas inalcançáveis ou excesso de competitividade. Mais uma razão para o absenteísmo são as doenças ocupacionais, que podem afastar profissionais por períodos prolongados.

A pressão excessiva e a sobrecarga de tarefas também pode fazer com que funcionários desenvolvam o absenteísmo como uma forma de escape. Nesses casos, ele pode também apresentar o presenteísmo, estando no local de trabalho sem produzir, por conta do estresse e da preocupação.

Ao reduzir absenteísmo nos times de talentos, é possível garantir menos quedas na produtividade e falhas processuais. Além disso, identificar esse problema é uma forma de corrigir situações do ambiente organizacional que podem causar danos ao engajamento e à satisfação dos colaboradores.

Como é possível reduzir absenteísmo na empresa?

Reduzir absenteísmo na organização é possível, seja qual for a causa que está por trás das ausências de funcionários. É possível adotar diferentes estratégias para evitar e diminuir esse comportamento no ambiente corporativo. Veja nossas 6 dicas.

1. Mantenha um bom clima organizacional

O clima organizacional é um fator de forte impacto nas taxas de absenteísmo. Como falamos, as ausências podem ser uma forma de escape para colaboradores que já não se sentem confortáveis com alguma situação dentro da empresa.

Casos de preconceito, assédio moral, competitividade, entre outros, são extremamente prejudiciais para a experiência do colaborador, gerando insatisfação e desânimo. Em geral, as faltas se tornam a primeira etapa antes de um desligamento.

Cuidar do clima interno é uma tarefa importante do RH para diminuir absenteísmo. Isso pode ser feito ao colocar em prática os valores que a empresa defende em sua cultura organizacional, seguindo as políticas internas e fomentando uma convivência respeitosa e ética.

2. Ofereça possibilidades de desenvolvimento

A incerteza do futuro dentro de uma organização também pode ser fonte de desmotivação, levando ao absenteísmo. Uma forma de remediar esse quadro é oferecer perspectivas melhores e mais claras aos colaboradores para seu desenvolvimento profissional.

Powered by Rock Convert

Criar planos de carreira, bem como programas de treinamento e desenvolvimento é uma excelente iniciativa, que mostra um cuidado da empresa, tanto em manter seus funcionários quanto em investir no seu crescimento. Eles se tornarão mais motivados e interessados para mostrar um bom desempenho.

3. Faça pesquisas de satisfação

Você sabe se os colaboradores estão ou não satisfeitos com sua própria trajetória na organização e com o que ela representa? A insatisfação é um dos caminhos para o absenteísmo e pode ser causada por diversos fatores.

Uma das formas mais eficientes de entender a perspectiva dos funcionários é por meio das pesquisas de satisfação, como a ENPS (Employee Net Promoter Score). Ela deve ser realizada garantindo o anonimato, como caminho para informação e não para represálias. Essa ferramenta se torna um guia para implementar novas ações de retenção e engajamento.

4. Aposte nos feedbacks constantes

Comunicação interna é um constante desafio, mas o RH não pode deixar de lado as boas práticas nessa área. Imagine atuar em uma organização sem saber se seu desempenho está ou não sendo satisfatório ou sem ter direcionamentos claros para o trabalho.

O profissional que está “às cegas” dessa forma, geralmente se torna desmotivado e pode começar a apresentar ausências. Por isso, apostar em uma cultura de feedback e transparência na comunicação é o ideal para garantir eficiência nas relações e reduzir o absenteísmo.

5. Incentive hábitos saudáveis

Para reduzir absenteísmo, se preocupar com a saúde física e psicológica dos colaboradores também é importante, afinal, quadros clínicos também levam a ausências justificadas ou não. Problemas de lesão por esforço repetitivo, dores de cabeça e de coluna geram afastamento e, muitas vezes, são causados pela falta de cuidado com o corpo no ambiente de trabalho e fora dele.

Além disso, é cada vez mais alto o número de pessoas apresentando quadros da Síndrome de Burnout, por excesso de estresse, além de ansiedade e depressão, causadas pelo trabalho. Ao incentivar o cuidado com o corpo e com a mente, a empresa mostra que valoriza o bem-estar de seus profissionais. Ela ainda colhe os frutos de colaboradores mais saudáveis e dispostos para um bom desempenho.

6. Ofereça um bom plano de benefícios

Uma outra dica para diminuir a taxa de absenteísmo é adotar um programa de benefícios atrativo aos profissionais da organização. Essa solução atua de duas formas: dando maior suporte para o cuidado com a saúde e também gerando satisfação, por meio da valorização.

Um bom plano de benefícios deve ser pensado considerando o perfil dos colaboradores. Assim, será possível atender às necessidades deles e se tornar uma ferramenta de engajamento, evitando desânimo e, consequentemente, as faltas e a rotatividade.

Esperamos que nosso artigo tenha ajudado você a perceber as causas que levam à ausência dos colaboradores e como é possível reduzir absenteísmo no contexto organizacional. O RH é o grande responsável por conduzir iniciativas que transformem esse quadro e promovam uma atuação mais satisfatória dos funcionários.

Se você quer começar a investir em uma política de benefícios eficiente que gere engajamento e valorização dos talentos da sua empresa, entre em contato com a equipe da N/Care Solutions e confira como podemos ajudar seu RH.

Powered by Rock Convert

Inscreve-se para receber nossas novidades!

Receba conteúdos exclusivos gratuitamente no seu e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.