4 dicas para reduzir a rotatividade de funcionários na empresa

A rotatividade de funcionários é um fator negativo para qualquer empresa, pois atua diretamente na saúde organizacional. Por isso, precisa ser corrigida o mais breve possível para que o cenário de toda a companhia obtenha uma nova estrutura.

Para que os resultados positivos aconteçam é importante fazer uma análise profunda da realidade da gestão e das práticas de rotina. É importante aplicar medidas diferenciadas com o intuito de reduzir esse dano.

Quer conhecer algumas dicas de como minimizar a rotatividade na sua empresa? Confira ao ler este artigo!

1. Desenvolva um plano de carreira

A maioria dos colaboradores, quando são inseridos em uma organização, tem perspectiva de crescimento profissional. Saber que a instituição oferece essas oportunidades para os grupos chega a ser um atrativo para talentos ambiciosos, e isso é muito bom para a empresa.

Por isso, pense em estruturar um plano de carreira bem motivacional para a sua equipe e deixe-a ciente de como pode chegar lá. Mostre o caminho, incentive e dê oportunidades concretas para que isso aconteça.

Ao estarem cientes de todas essas viabilidades, os colaboradores vão trabalhar todos os dias com foco no crescimento profissional, afinal, ao ser elevado de cargo, ele poderá fazer muito mais pelo crescimento da empresa. Além disso, ele se sentirá mais envolvido por consequência da maior responsabilidade e do respeito e carinho que é despertado a cada dia pela organização.

Ao atingir essa meta, fica mais fácil “suar a camisa todos os dias”. Diante dessa realidade, os demais colaboradores são incentivados a, também, focarem nos seus resultados diários para se realizarem profissionalmente.

2. Invista na capacitação dos colaboradores

Todos os nossos afazeres, na maioria dos casos, são praticados pelo que conhecemos. Contudo, alguma vez na vida você deixou de fazer alguma coisa no seu trabalho por falta de conhecimento, não foi?

Por esse motivo, é muito válido reconhecer a importância de oferecer capacitação aos funcionários com mais regularidade. Atualmente, as empresas estão sendo muito dinâmicas, pois percebem a necessidade de os grupos terem ajuda mútua em suas funções.

Essas formações podem ser bem abrangentes em suas temáticas, afinal a empresa é “um corpo composto de membros”, mas que na verdade é um só e precisa que todos estejam alinhados para que o trabalho flua.

Procure oferecer cursos específicos para cada cargo, mas você pode, também, oferecer capacitações mais abrangentes. Coloque todos os colaboradores para fazerem capacitações diferentes da sua função, como curso de finanças, vendas, atendimento ao cliente, estratégia de marketing e outros diferenciais.

Com isso, o seu grupo está apto para colaborar na falta de cooperador, ocupar um cargo ao ser promovido, agilizar o seu trabalho ao entender que o outro setor depende da conclusão do seu. Um exemplo: para que o produto seja entregue, ele precisa ser despachado pelo vendedor. Por isso, é fundamental que todos tenham essa compreensão na organização.

3. Ofereça benefícios

A rotatividade de colaboradores é um assunto em evidência e muito temido pelos altos gestores, mas é possível resolver com alguns incentivos. Inserir uma política interna de benefícios na empresa é um diferencial que muitos colaboradores desejam.

Alguns assistentes veem mais vantagem em receber benefícios que aumento de salário. O aumento de salário também é desfavorável para a empresa, pois gera impostos, e isso significa gasto.

Candidatos que conhecem um pouco da cultura organizacional da empresa têm os benefícios que ela oferece como um motivador para fazer parte da equipe de sucesso.

Em contrapartida, a empresa usa desse artifício para atrair os profissionais mais habilidosos e competentes para compor a sua equipe. No mercado competitivo, há colaboradores que, devido ao grau maior de titulação, entendem que apenas o salário não realiza os seus projetos.

Oferecer benefícios aos cooperadores é uma estratégia para fazê-los permanecer na empresa. Com essas regalias, eles laboram de forma eficiente para criar mais vínculo com a empresa, e o gestor demonstra que se preocupa com o bem-estar e a qualidade de vida do seu grupo de talentos.

Mas se você quer realmente fazer a diferença na sua empresa por meio de atrair talentos e, principalmente, evitar a rotatividade, você precisa oferecer benefícios diferenciados, e não oferecer o óbvio, o que os seus concorrentes oferecem. Para isso, veja alguns benefícios que podem destacar a sua empresa:

  • lanches sempre disponíveis;
  • trabalho remoto;
  • clube exclusivo para colaboradores e familiares;
  • colaboração em prestações de ensino superior;
  • plano de saúde;
  • plano odontológico;
  • parceria com academia.

4. Converse com a sua equipe

Um dos maiores segredos de empresas que alavancam em seus resultados é a práxis da interpessoalidade, ou seja, a relação entre colaboradores e gestores. A comunicação interna efetiva é um dos maiores benefícios para manter as equipes engajadas, participativas, seguras das suas ações e tantos outros pontos que as fazem crescer.

Há algum tempo, as empresas tinham os consumidores como foco principal e até foi criado um chavão que os próprios gestores e cooperantes falaram muitas vezes: “é o cliente que manda”.

Diante de um mercado competitivo, em que tantos fatos foram acontecendo, ficou muito bem identificado que o capital humano é o que necessita de mais investimento para conquistar melhor produtividade.

A otimização do diálogo deve iniciar pelos gestores maiores e envolver os grupos do negócio. Essa iniciativa incentiva os colaboradores a se sentirem mais livres para trocar ideias, fazer perguntas, sugerir mudanças e até participarem de momentos de descontração.

A comunicação corporativa pode ser motivada por meio de alguns recursos, como carona compartilhada, momentos de distração da equipe em fim de semana, TV corporativa, cultura do feedback etc.

Constatou como a rotatividade de funcionários tem condições de ser amenizada para que os resultados do negócio voltem a crescer da forma que é planejada? Mas é importante que você esteja acompanhando as métricas com certa frequência. Mensure os motivos do turnover, como perguntar o motivo do desligamento, disponibilizar caixinhas de sugestão, fazer questionário de satisfação e outros. Com essas ações, a produtividade da organização vai voltar a se desenvolver gradativamente.

As informações do artigo foram úteis para você? Queremos contribuir com a produtividade da sua empresa por meio de medidas habilidosas que a nossa equipe aplica nas empresas. Por isso, faça contato conosco! Vamos potencializar os resultados do seu negócio.

Inscreve-se para receber nossas novidades!

Receba conteúdos exclusivos gratuitamente no seu e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.